32ª Sabatina ABBP entrevistou General Paulo Chagas, pré-candidato ao governo do DF

562

Nesta segunda-feira (5), o projeto Sabatina ABBP entrevistou o pré-candidato a governador do Distrito Federal, General Paulo Chagas. A coletiva contou também com a presença de membros do PRP e do PSL partidos que compuseram aliança para o fortalecimento da candidatura.

Paulo Chagas respondeu com muita tranquilidade os questionamentos levantados pelos blogueiros.

Vida partidária
Sua primeira filiação foi no partido NOVO, a intenção era se candidatar à Câmara dos Deputados. Trocou o NOVO pelo PRB convencido que pode ser eleito governador do DF. Durante a Sabatina, e ao lado do presidente do PRP, afirmo que hoje (7/3) estará se filiando no PSL, partido de Bolsonaro.

Composição com o Partido NOVO
Questionado sobre a possibilidade de uma composição com o NOVO afirmou que não existe está possibilidade, mas reconheceu que ele e o NOVO possuem princípios semelhantes.

Aliança com o DEM
Questionado sobre uma aliança com o deputado federal Alberto Fraga (DEM), afirmou que não conversou com o parlamentar sobre uma composição, tendo em vista a aproximação de ambos com o presidenciável Bolsonaro. Desconhece que tenha alguma conversa entre o Democratas e o PSL no Distrito Federal para a formação de uma coligação.

Reeleição
“Sou contrário à reeleição de todos os cargos no Executivo. A reeleição fez mal ao país. As relações entre o Executivo, Legislativo e o Judiciário se agravaram de forma negativa após a reeleição”.

Equipe de trabalho
“Ao chefe cabe a competência de usar a competência dos outros. Tenho que ter a competência de saber usar a competência dos outros. Quando se fala em gestão estratégica, a origem está nas forças armadas”.

Comportamento do eleitor
“Houve um comportamento diferente nas eleições de 2016. Acredito que isso ocorra nas eleições de 2018”.

Funcionário público
“Minha intenção é prestigiar o funcionário público. Não posso imaginar que o funcionário público seja preguiçoso, vagabundo ou sem compromisso com o serviço. Tenho certeza de que encontrarei bons servidores públicos”.

Planejamento
“Estamos preparando um plano de governo com cinco prioridades: saúde, educação, segurança, mobilidade e manutenção da cidade. Esse planejamento ainda está sendo estudado”.

Manutenção da cidade
“Deus não é brasileiro, Deus é brasiliense. Precisamos ter certeza de que a torre não irá cair e que não teremos mais viadutos caindo no Distrito Federal”.

Sindicatos
“Não sou muito simpático aos sindicatos mais entendo o papel deles. Tratarei com os sindicatos com transparência e a Lei. Não podemos ter medo de aplicar a Lei. Não admito que o patrimônio público seja destruído. Numa manifestação o vandalismo será tratado com a força da Lei”.

Segundo turno
“Num segundo turno entre Rollemberg e Frejat eu apoiaria o Frejat. Em outro cenário para o segundo turno eu teria que estudar os candidatos, mas espero estar no segundo turno e votar em mim”.

Invasão
“O Estado não pode ser incompetente em deixar as pessoas invadirem área pública e depois demolir as residências”.

Eleição de administrador
“Sou contra a eleição de administradores. Se tiver administrador temos que ter uma Assembleia”.

Mais sobre a entrevista com o General Paulo Chagas visite os blogs abaixo
Sandro Gianelli (Portal Conectado ao Poder e Coluna On´s e Off´s do Jornal Alô Brasília); Josiel Ferreira (Tudo Ok Notícias); Ricardo Noronha (SOS Brasília); Maria Célia (Brasília Real); Germano Guedes (Política e o Poder); Kleber Karpov (Politica Distrital); Poliglota (Blog do Poliglota); Tony Duarte (Radar DF); José Gurgel (Guerrilheiro do Cerrado); Paulo Fernando (Paulo Fernando); e Ricardo Lima (Bombeiros DF).