Share on facebook
Share on whatsapp
Share on twitter
Share on linkedin

GDF inaugura duas novas estações do metrô

Após duas décadas de espera, uma demanda antiga dos usuários do transporte público no DF foi atendida: foram inauguradas duas novas estações do...

Após duas décadas de espera, uma demanda antiga dos usuários do transporte público no DF foi atendida: foram inauguradas duas novas estações do Metrô-DF – uma na 106 Sul e outra na 110.

Meio de transporte mais rápido e ecologicamente correto, o metrô de Brasília atende cerca de 150 mil pessoas diariamente.

“Impossível pensar em Brasília hoje sem o metrô. Essa é uma das obras mais importantes que o governo poderia nos dar”, afirmou a vendedora Camila Barreto.

Pelas duas novas estações deverão passar mais 6 mil pessoas por dia. “E, com uma novidade que não estavam no projeto e que serão entregues: as escadas rolantes”, adiantou o vice-governador Paco Britto. As novas estações contam, ainda, com elevadores e rampas que garantem acessibilidade a pessoas com mobilidade reduzida. Para entregar a obra completa, o GDF investiu quase R$ 36 milhões em 25 meses de construção.

“Este foi o compromisso do governo com a população: o de renovar Brasília. Por isso, recuperamos todas as obras que estavam paradas e estamos entregando, uma a uma, para a população”, citou o secretário de Governo, José Humberto Pires.

Foto: Renato Alves / Agência Brasília

Em todo o DF, desde janeiro de 2019, segundo dados do GDF, 385 obras estão em fase de finalização ou já foram entregues. Ao todo, um investimento de R$ 2,6 bilhões.

“Emprego, renda e serviço prestado à comunidade”, disse o secretário. “E com geração de emprego e receita para o DF”, acrescentou o vice-governador.

O autônomo Bruno Machado, que já há algum tempo trocou o carro pelo metrô para evitar o trânsito, comemorou a inauguração da estação da 106 Sul que vai facilitar muito sair e chegar em casa.

“Já ganho tempo na locomoção usando o metrô, agora, com a estação na porta de casa, parece um sonho”, disse ele, que é morador da 206 Sul. Além das estações, as obras no metrô incluíram a construção das passagens subterrâneas para os eixos W e L.

Para o secretário de Transportes e Mobilidade, Valter Casimiro, a população do DF ganha, além de um transporte eficiente, econômico e eficiente, mais conforto com as novas estações.

Foto: Vinícius de Mello / Agência Brasília

“Em nome do governo e da população, que vai usufruir disso tudo, agradeço a cada trabalhador, desde aquele que colocou um tijolo nessa obra, para que a população toda pudesse ser beneficiada”, disse.

“É o nosso dever sendo cumprido com o povo do Distrito Federal”, completou o diretor presidente da Companhia Metropolitano do DF (Metrô-DF), Handerson Cabral.

(Agência Brasília)