Abel Ferreira Mantém o Silêncio sobre Documento Assinado com Al-Sadd

SADD

Durante uma coletiva de imprensa após a classificação do Palmeiras para as oitavas de final da Copa do Brasil, o técnico Abel Ferreira foi questionado sobre um documento supostamente assinado por ele e o Al-Sadd, do Catar. O documento, segundo relatos, estabelecia que Abel assumiria o comando da equipe catariana em dezembro passado. No entanto, o treinador optou por permanecer no Palmeiras, onde possui contrato até 2025.

Diante da pergunta sobre o referido documento, Abel Ferreira escolheu não responder diretamente. Sua resposta evasiva, aliada a uma declaração enigmática, deixou jornalistas e espectadores intrigados. “Vamos ver, não falo mais sobre o assunto. Só há uma verdade, vocês têm que escolher o que querem dizer. Só há uma verdade e uma certeza. Só isso”, afirmou o treinador.

A postura reticente de Abel Ferreira em abordar o assunto levanta questionamentos sobre os detalhes do acordo entre ele e o Al-Sadd. Sua ênfase em uma única verdade pode sugerir uma convicção firme em sua versão dos eventos, mas também deixa espaço para interpretações diversas.

A recusa do técnico em discutir o documento assinado pode ser vista como uma tentativa de desviar o foco da polêmica e concentrar a atenção em seu compromisso atual com o Palmeiras. No entanto, a falta de esclarecimentos adicionais deixa uma lacuna na compreensão da situação, aumentando a especulação sobre os detalhes do acordo e suas ramificações.

Foto: Thiago Calil/ Agif/Gazeta Press