TUDO OK NOTÍCIAS | Marcelo Piauí estreia na vida política, se filia ao PP, pelas mãos de Celina Leão e Ciro Nogueira

Tudo Ok Noticias


Por Josiel Ferreira – Tudo Ok Notícias 

O administrador regional de Ceilândia, Marcelo Piauí, se filiou nesta tarde de quinta-feira (23) ao PP, mesmo partido da secretaria de Cultura, Esporte e Lazer, Celina Leão e presidente local da agremiação. O presidente nacional da legenda é o senador Ciro Nogueira (PI). Ambos convidaram Piauí, que nunca havia se filiado, apesar de muitos convites recebidos.

Ouvido pelo Tudo OK Notícias, o administrador, advogado de formação com 30 anos de experiência, disse que o fato de se filiar ao PP, por estar na vida pública e receber vários convites estou indo para um partido. “Mas o meu objetivo, hoje, é Ceilândia. Meu foco é cuidar da cidade. Não se esqueça que eu estou administrando uma das maiores cidades do Brasil. Isso para mim é muito importante, para vida de um ser humano.”

Segundo Piauí, o convite partiu do presidente nacional do PP, Ciro Nogueira, juntamente com a presidente local Celina Leão. E em uma conversa cheguei à conclusão de que deveria ir para o partido. Estou muito feliz, entrei no partido e não quero sair dele nunca mais. Eu quero me filiar uma vez na vida”, disse animado Marcelo Piauí, que nunca fora filiado a nenhum partido.

Questionado se Marcelo Piauí será opção para os eleitores em 2022 para deputado distrital. Ele respondeu que não iria “tratar disso, agora, não”.

“Chegou o momento de me filiar a um partido. Mas é como falei. A política eu já estou nela, sendo administrador de Ceilândia. Esse desafio é com certeza uma das coisas mais importantes que um político na vida, do Distrito Federal pode ter. Talvez, a segunda responsabilidade depois de ser governador. Talvez as pessoas que passaram pela gestão  dela não tenham se atentado a isso. Estou muito feliz em ser o administrador de uma das maiores cidades do Brasil.

http://www.tudooknoticias.com.br

Next Post

TUDO OK NOTÍCIAS | Martins Machado faz balanço e crê na retomada da economia do DF