Epidemia do coronavírus derruba as bolsas asiáticas

As bolsas chinesas despencaram no primeiro dia de operações desde 23 de janeiro. Em Xangai, as ações abriram em queda de 8,7% e, em Shenzhen, caíram 9%. O mercado financeiro chinês reabriu após o governo prolongar o recesso do Ano Novo Lunar devido à epidemia do novo coronavírus.

Durante a pausa, a infecção se alastrou de maneira assustadora. O número de mortes saltou de 25 para 361 e o número de casos, de 800 para 17 mil, segundo o balanço do governo chinês divulgado ontem. No final de semana, as Filipinas registraram a 1ª morte fora da China.

Os primeiros pacientes com o novo coronavírus começaram a chegar nesta segunda-feira (3) ao hospital com 1.000 leitos que foi construído em 10 dias em Wuhan, cidade considerada o epicentro do surto.

Next Post

Bolsonaro diz que vai pedir perícia independente sobre morte de miliciano na Bahia