É DI BRASÍLIA | BRB dá a volta por cima sob a direção de Paulo Henrique Costa

E de Brasilia

Por Milton Gonçalves*

A mudança do vermelho para o azul foi comandada pelo atual presidente. O Banco de Brasília saltou de R$ 1,2 bilhão em 2018 para quase R$ 6 bilhões no valor de mercado atual

O diretor do Banco de Brasília (BRB), Paulo Henrique Costa, concedeu entrevista para a Associação dos Blogueiros de Política do Distrito Federal e do Entorno (ABBP), na manhã da sexta-feira (11).

Desde governos passados, o Banco de Brasília vinha passando por crises e escândalos, e com a chegada do atual presidente foi lançado vários novos projetos sociais e com isso o BRB vem só se destacando e proporcionando um atendimento melhor e mais rápido com suas plataformas digitais, demostrando uma bela parceria com seus clientes.

O Banco de Brasília mesmo em meio a pandemia obteve um grande crescimento comparado com os últimos dois anos, saltando para 500% o valor de mercado. O BRB entregou R$ 319 milhões de reais de lucro líquido recorrente em 9 meses desse ano e encerrou o 3° trimestre com o menor valor de inadimplência com porcentual de 1.6%, o banco obteve o maior retorno sobre o seu patrimônio líquido comparado com as demais instituições financeiras.

Hoje o BRB vem trabalhando com duas vertentes, a digital em parceria com o Flamengo e o próprio banco digital para captação de mais clientes e a outra vertente é a abertura de novas agências no Distrito federal com expansão para outros estados, afirmou Costa.

A instituição financeira tem tido maior presença on-line, só no ano de 2020 foram mais de 100 mil clientes captados através das plataformas digitais. As transações nos canais digitais do BRB cresceram 31,3% no 3° trimestre deste ano em comparação com o mesmo período de 2019.

Em 2021, o BRB espera alcançar a marca de 1 milhão de clientes. Em setembro deste ano, a quantidade de pessoas vinculadas à instituição financeira era 738 mil.

O Banco vem se expandindo de forma surpreendente, com 119 agências no Distrito Federal e outras 17 agências na região do entorno do DF e nos estados de Minas Gerais, Goiás, Rio de Janeiro, São Paulo, Mato Grosso e Mato Grosso do Sul.

Para finalizar, Paulo Henrique explica que o banco avançou muito, mais afirma que tem muitas muito mais novidades para vir em 2021, o BRB tem uma identidade com Brasília, um senso de responsabilidade, um corpo funcional muito qualificado e comprometido que entende a missão social.

Sala de imprensa da ABBP, composta por 21 jornalistas e o presidente do BRB, Paulo Henrique Costa.

Milton Gonçalves é jornalista, blogueiro, editor do Portal É Di Brasília e associado da ABBP